Jogo responsável

Jogo responsável

Quantas vezes ouvimos a frase "Se tu não sabes jogar, não jogues"? Pode parecer agressivo em algumas ocasiões (depende da intenção), mas não deixa de ser verdade. O jogo deve ser encarado como uma atividade de lazer e entretenimento qualquer que seja a forma como é praticado, online ou em casinos e salas de bingo (jogo de base territorial). Quando deixas de controlar o que fazes, já não és tu mesmo. A ação deixa de ser prazerosa, podendo, inclusive, transformar-se em um problema.

Acessíveis em qualquer computador com internet e até mesmo em celulares, as plataformas de apostas online devem ser responsáveis por oferecer informações e precauções contra o jogo compulsivo. Entretando, é o jogador o incumbido por avaliar a sua atitude e postura perante o jogo. É ele também o responsável por compreender o funcionamento e as regras de cada jogo e casino online, bem como entender a forma como o jogo pode afetar a sua vida.

O jogo responsável está associado ao comportamento de um jogador que orienta as suas opções de jogo de forma consciente e racional, exercendo um controlo pleno do tempo e dinheiro que, em consciência, pode despender sem pôr em causa as suas responsabilidades familiares, sociais e profissionais. Portanto, o bom jogador é aquele que sabe divertir-se de forma responsável, conhecendo os limites do dinheiro e do tempo que pode dedicar. E que sabe deixá-lo a qualquer momento. Porque ele, e somente ele, controla o jogo.

jogo de mesa

Para que o jogo seja encarado como uma atividade divertida e segura, desfrutando do seu componente lúdico, o jogador deve:

  • Ser maior de 18 anos. Crianças e adolescentes em nenhum momento devem ter acesso a jogos de azar.
  • O jogo e as apostas são feitas com o conhecimento da família e amigos, e nunca em segredo.
  • Jogar em companhia. Sempre é mais divertido e seguro.
  • Dispor de informações adequadas e corretas sobre os termos de uso dos casinos e sites de apostas.
  • Conhecer as regras dos jogos nos quais aposta e aumentar as chances de vencer com dicas e estratégias.
  • Ver os jogos de azar como uma atividade divertida, e não um meio de obtenção de rendimentos, e muito menos como um modo de vida já que os resultados dependem da sorte e, portanto, tanto se pode ganhar como perder.
  • Fixar limites para o montante das apostas e dos valores depositados na respetiva conta de jogador, em função da situação concreta de cada apostador e das quantias que está em condições de disponibilizar.
  • Em caso de exceder a quantia de que razoavelmente pode dispor,  nunca utilizar o cartão de crédito. É uma decisão arriscada, já que em realidade não se dispõe desse dinheiro.
  • Limitar o tempo dedicado ao jogo online, incluindo descansos durante as partidas.
  • Nunca jogar para recuperar as perdas, devendo ter sempre presente que poderá agravá-las ainda mais.
  • Evitar jogar se está passando por um momento pessoal difícil. O jogo não responde satisfatoriamente às necessidades de evasão dos problemas e dificuldades do quotidiano e, se jogar com esse intuito, pode facilmente cair em práticas excessivas e inconscientes que poderão conduzir à adição.
  • Não jogar caso se encontre sob o efeito de substâncias que impeçam ou de alguma forma prejudiquem a livre autodeterminação, enfraqueçam a vontade e a responsabilização pelos seus atos.

atividade divertida e segura

Os casinos online que operam sob uma licença concedida pela Direção Geral de Gerenciamento de Jogo (DGOJ), órgão regulador do Ministério das Finanças e Administração Pública, são os principais interessados na promoção do jogo responsável em suas atividades, além de estar sujeito à legislação competente. No caso de Portugal, a aplicação e a garantia de cumprimento do quadro normativo que regula a exploração dos jogo e apostas estão asseguradas pelo Regime Jurídico dos Jogos e Apostas Online (RJO), aprovado através do Decreto-Lei n.º 66/2015, de 29 de abril. Nele define-se os termos e condições para o exercício da atividade de exploração e prática dos jogos e apostas online em Portugal.

A seguir relacionamos algumas medidas tomadas pelos casinos online para cumprir o compromisso com o jogo seguro e responsável:

Controles de depósito: limitam os períodos de tempo, perdas, valores de depósito e transferências, para evitar que o jogador se exceda e caia em tentação.

Temporizadores: limitam o tempo que o apostador passa conectado ao casino online e seus jogos.

Auto-exclusão: este certificado outorga aos casinos online o poder de interromper temporariamente a conta de qualquer usuário caso detectado que ele não está cumprindo as regras do jogo responsável.

Questionários: a maioria dos casinos online disponibilizam testes e questionários que avaliam o tipo de jogador e analisam se o usuário é um perfil de risco, notificando-o.